Estudo das Nações Unidas prevê queda “sem precedentes” na saúde, educação e nível de vida

O Programa  das Nações Unidas para o Desenvolvimento  divulgou uma previsão do impacto global da pandemia nos níveis de saúde, educação e condições de vida.

Será “um retrocesso sem precedentes no Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) do planeta”.

O recuo universal do IDH em decorrência da covid-19 seria o primeiro em 30 anos, desde que o indicador foi criado, em 1990.

“O mundo passou por muitas crises nos últimos 30 anos, incluindo a crise financeira global de 2007 a 2009. Cada uma delas afetou fortemente o desenvolvimento humano, mas, em geral, os ganhos de desenvolvimento foram acumulados globalmente ano a ano. A covid-19, com seu triplo impacto em saúde, educação e renda, pode mudar essa tendência”, declarou o administrador do Pnud, Achim Steiner, ao comentar as conclusões do estudo.

De acordo com a análise, a renda per capita global deve cair 4% em 2020, com elevação dos índices de desemprego e endividamento dos governos.

Na saúde, o colapso dos sistemas de atendimento em todo o planeta deve ir além de não conseguir dar conta dos infectados pela covid-19. Pode inviabilizar o também atendimento de outras doenças, elevando os riscos de morte para outros segmentos, além dos grupos de risco do novo coronavírus.

Em relatório divulgado na última semana, o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) estimou que 6 mil crianças podem morrer diariamente de causas evitáveis, nos próximos seis meses, em razão do enfraquecimento dos sistemas de saúde pelo mundo causado pelo coronavírus.

Segundo o Pnud, a deterioração do IDH será maior nos países pobres e em desenvolvimento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *