Casas de apostas investem em ex-jogadores

O mercado das apostas esportivas continuam crescendo no Brasil e uma das estratégias de marketing utilizadas pelas casas de apostas para conquistar a audiência brasileira é o uso do Embaixador da marca.

Embaixador de uma marca é o indivíduo que representa a marca nas propagandas, geralmente representada através de um artista que tem uma boa influencia digital e também tem os princípios e valores parecidos com a empresa.

Outra estratégia de marketing pelas casas de apostas esportivas, é o patrocínio de times de futebol. O setor de aposta esportiva atualmente patrocina 85% dos clubes brasileiros da primeira divisão, uma significativa contribuição para os cofres dos clubes brasileiros em 2021.

Para atrair e manter seus clientes, as empresas também oferecem diversos tipos de promoções para novos clientes e tem programas promocionais para fidelizar clientes existentes. São tantas as promoções devido a competitividade do mercado que a decisão pela casa de aposta fica nos pequenos detalhes.

De acordo com o site Aposta Correta é precisar avaliar bem as casas de apostas antes de escolher, desde legalidade da empresa no mercado, entender os termos e condições das promoções oferecidas e qual é qualidade do atendimento da empresa.

O site Aposta Correta faz a avaliação das promoções oferecidas pelos sites de apostas esportivas, eles também avaliam as licenças das empresas, formas de pagamento oferecidas e qualidade do serviço de suporte. Uma ótima ferramenta para ajudar os brasileiros encontrarem os melhores sites de aposta esportiva no Brasil.

Parcerias com ex-jogadores no Brasil

Os sites de apostas esportivas estão cada vez mais presentes na cultura do futebol brasileiro e as casas de apostas têm buscado ex-jogadores para a função de embaixadores. A estratégia das empresas é encontrar ex-jogadores nomes de peso, que tenham boa influencia no mundo digital e um carisma junto ao público.

 

Veja a lista de alguns ex-jogadores embaixadores:

Rivalo

Seguindo essa estratégia de Marketing, a casa de aposta Rivalo apostou no ex-jogador pentacampeão Cafu para ser embaixador da empresa no Brasil em Junho, fechando uma parceria com o ex-jogador da seleção brasileira para essa função com intuito de ganhar notabilidade junto ao público brasileiro.

Betfair

A empresa Betfair definiu o ex-jogador pentacampeão Rivaldo como embaixador de sua marca. Campeão Mundial em 2002 e Bola de Ouro em 1999 juntou-se à Betfair em fevereiro de 2021 e tem ajudado a empresa a conquistar o coração dos brasileiros. Outro ex-jogador que se juntou a Rivaldo e virou embaixador da Betfair foi o ex-meio-campista Alex, Ídolo do Coritiba, Palmeiras, Cruzeiro, Fenerbahçe e Seleção Brasileira.

Sportingbet.io

A casa de apostas Sportingbet.io é outra empresa que aposta em um ex-jogador pentacampeão. O ex-craque da Seleção Denílson é atualmente um dos comentaristas esportivos mais queridos do Brasil e embaixador da Sportingbet.io desde 2019.

Netbet

A Netbet optou por escolher o ex-jogador da seleção brasileira Zé Roberto como seu embaixador no Brasil. Com extensa carreira no futebol nacional e internacional, Zé Roberto tem grande influência digital e fãs não somente pelo Brasil, mas também na Alemanha aonde atuou por muitos anos pelo Bayern de Munique, o que ajuda a empresa a ganhar espaço em dois mercados diferentes.

LeoVegas

A LeoVegas optou por definir o ex-jogador Léo Moura para a função em Junho deste ano. Com passagem pelo futebol brasileiro e mundo a fora, a empresa pretende usar o ex-jogador o carisma de Léo Moura para ganhar mais visibilidade e notoriedade no país.

Jogadores em atividade

Ainda existem as empresas que optaram por jogadores que ainda estão em atividade, como por exemplo o Douglas Costa. A empresa LVBet escolheu o brasileiro Douglas Costa que teve passagens por grandes clubes do futebol europeu e representou a seleção brasileira na Copa do Mundo de 2018.

A empresa Fogobet anunciou o lateral direito Rafinha que atualmente defende o Grêmio, e no passado teve passagens por Flamengo, Bayern de Munique e Seleção Brasileira, inclusive conquistando Copa Libertadores, Campeonato Brasileiro, Campeonato Alemão e Champions League. A empresa busca atrair novos clientes, utilizando a imagem do jogador nas campanhas em redes sociais.

Artigos em oferta: 6 recomendações para aproveitar as liquidações

Fazer compras é uma atividade que a maioria das pessoas gosta muito, mas entrar nas lojas preferidas e descobrir que os preços dos artigos que está procurando estão rebaixados é simplesmente sensacional.

Se o intuito é comprar sem prejudicar a economia pessoal ou familiar, é fundamental aproveitar ao máximo os momentos de liquidação, pois quando acontecem é possível achar itens de excelente qualidade pela metade do valor.

Há consumidores que gostam da virtualidade em todo âmbito, seja para fazer apostas na Betano, quanto para fazer compras, enquanto há outros que preferem comprar fisicamente nas lojas. Seja como for, o importante é saber tirar a maior vantagem das ofertas.

6 recomendações para comprar nas liquidações

Quer aproveitar a próxima liquidação para trocar os artigos de decoração de sua casa ou para renovar suas roupas? Confira os seguintes conselhos.

Defina o que precisa antes de visitar a loja

Para evitar gastar demais em produtos desnecessários, é fundamental dar uma olhada em cada um dos espaços do lar para verificar o que realmente falta ou está estragado e merece ser substituído.

Provavelmente em sua casa haja artigos novos que nunca tenham sido utilizados e, portanto, não vale a pena voltar a comprá-los.

Selecione peças que não passam de moda

Quando se trata de comprar roupas, uma dica de ouro é escolher artigos clássicos que não dependam das tendências do momento.

Desta forma será mais fácil amortizar o valor que se paga por cada peça, devido a que poderá ser utilizada em diversas temporadas e não acabará sendo jogada dentro do armário daqui a um ano.

Determine um valor para gastar

Faça uma análise de sua economia e estabeleça um limite para gastar durante a liquidação.

Embora não seja preciso comprar quaisquer artigos para gastar todo o valor, contar com um orçamento ajuda a aproveitar as ofertas sem comprometer as finanças pessoais nem familiares.

Aproveite os primeiros dias da liquidação

Um dos segredos para achar as melhores oportunidades nos períodos de descontos especiais é fazer as compras durante os primeiros dias da liquidação.

É bom ter em conta que os produtos mais econômicos ou de maior qualidade são os primeiros que se vendem. Portanto, é melhor não deixar passar os dias.

Escolha com calma

Embora seja bom comprar nos primeiros dias, é importante comprar sem pressa. Olhar tudo com calma, comparar os preços, analisar se aquilo em oferta corresponde ao item que se está procurando e se realmente terá utilidade são atividades essenciais para aproveitar a liquidação.

Se o cliente visita as lojas físicas de roupas, é recomendável que experimente as peças antes de comprá-las para evitar gastar em itens que não gosta ou não ficam bem na pessoa.

Pague à vista

Embora muitas vezes as promoções e os descontos se ofereçam com pagamentos eletrônicos, quando chegar o momento das liquidações é conveniente pagar à vista e evitar parcelar através do cartão de crédito.

Este método de pagamento ajuda a não ultrapassar o orçamento previamente estabelecido, assim como também permite organizar as finanças sem deixar despesas pendentes que, no futuro, podem interferir na economia familiar.

Como jogar bingo online

O bingo, além de ser um jogo muito fácil de aprender e jogar, é um dos jogos mais conhecidos e populares. O video bingo gratis é a versão online do tradicional jogo de bingo, a vantagem dessa versão mais moderna é que você pode jogar no conforto do seu lar. Pode acessar de qualquer dispositivo como computador, tablet ou celular desde que tenha acesso a internet. Graças a isso você pode jogar onde e quando você quiser. Esteticamente o vídeo bingo é muito mais atraente. O objetivo do jogo é o mesmo do que o bingo físico: marcar os números e ser o primeiro a cantar bingo.

O melhor de tudo é que ao jogar bingo além de se entreter e passar um bom momento você pode ganhar muito dinheiro. Para isso só é preciso conhecer as regras e o seu objetivo no jogo e ficar atento para não deixar passar os números, Existem algumas estratégias para ganhar neste jogo, porém uma coisa muito importante é ter sorte, já que se bem é importante ter habilidade este é um jogo de azar.

Quanto às regras do bingo, elas são muito fáceis de aprender. Primeiro você escolhe a cartela com a qual vai jogar. A quantidade de números da cartela pode variar dependendo do bingo. Logo depois o jogo começa, vão aparecendo os números e você tem que ir riscando os que aparecem na sua cartela. Alguns vídeos bingos têm a possibilidade de marcar automaticamente os números na sua cartela. Uma vez que o jogo começou e você está marcando os números podem acontecer várias coisas: uma é que você obtenha uma linha. A linha ocorre quando o jogador marca todos os números de uma linha horizontal na cartela (cinco números). A outra possibilidade é que você consiga o bingo, isto ocorre quando marca todos os números da cartela. Caso você consiga o bingo você será o vencedor e, obviamente, vai receber o prêmio. O prêmio varia em cada jogo.

A cartela tem quinze números no bingo clássico, divididos em 3 colunas e em 9 linhas.

Foi na Itália, no ano 1530, onde nasceu o bingo, segundo os dados que temos hoje sobre sua origem. A versão que existia nessa época é a mesma que conhecemos hoje. Já em 1934 foi quando o empresário Edwin Lowe comercializou o jogo com o nome que conhecemos atualmente. Porém, não foi ele sozinho quem aperfeiçoou o jogo senão que ele pediu para um matemático que criasse as tabelas com números complexos para que não fosse tão fácil ganhar e tivesse certo nível de complexidade.

Você sabia que a palavra “bingo” significa feijões? Conforme conta a história popular, foi nos Estados Unidos onde começou a usar-se o termo “bingo”. Lá era popular o jogo e para marcar as cartelas usavam feijões, que em inglês são chamados de “beans”, e por isso o jogo era conhecido como “beano”. Uma vez, numa rodada, um dos jogadores enganou-se com o nome e em lugar de gritar “beano” gritou “bingo” e foi assim que ficou esse nome para o jogo.

Saiba como dirigir um carro com câmbio automático

Os veículos que possuem câmbio automático, como o Toyota Yaris usado, são carros muito procurados pelos motoristas com ou sem experiência, por serem carros que geralmente são mais simples de dirigir em relação aos carros com câmbio manual. Mais ainda quando se trata de fazer viagens longas, de muitas horas. No entanto, é importante saber como dirigir um carro automático para tirar o maior proveito e, principalmente, para andar com segurança.

Ter um carro como um Toyota Yaris usado, por exemplo, é o desejo de muitos motoristas que procuram dirigir um veículo com câmbio automático pelo conforto que isso representa. Ter a possibilidade de dirigir pelas estradas do Brasil com a comodidade e conforto que um carro desse tipo proporciona, é o que as pessoas mais desejam.

Mas dirigir um carro automático não é só sentar ao volante, ligar o motor e sair dirigindo. É necessário saber de que forma dirigir para rodar o veículo com absoluta segurança, sem ser surpreendido por problema algum. Afinal, um carro desses, como o Toyota Yaris automático, requer atenção para tirar o maior proveito dele!

Foto: Divulgação

O passo – a – passo para conseguir dirigir com confiança e segurança

  1. Em primeiro lugar, entre no veículo tirando o alarme antes com os botões da chave. Sente no banco do motorista e ajuste a altura dele conforme a melhor visibilidade que você possa obter para dirigir confortavelmente.
  2. Uma fez regulado o banco do motorista para conseguir alcançar os controles com total conforto, ajuste os espelhos retrovisores e laterais para conseguir ver corretamente a parte de trás e dos lados dos carros. Você precisa ter a visibilidade total ao redor do veículo.
  3. Antes mesmo de ligar o motor, verifique os pedais do freio e do acelerador: o do freio é o pedal grande à esquerda e o do acelerador e o pedal menor, à direita. Sinta o volante, a alavanca de câmbios, os controles das luzes e o limpa para-brisas.
  4. Agora é a vez de ajustar o cinto de segurança do Yaris usado ou do carro automático com o qual estiver praticando. Se estiver com outras pessoas no carro, todos deverão ajustar os cintos de segurança. Todos deverão usar os cintos o tempo todo dentro do veículo, lembrando que é o item de segurança mais importante a ser utilizado.
  5. Ligue o motor, pressionando com o pé direito o pedal do freio e virando a chave no sentido das agulhas do relógio.
  6. Mantendo o pé sobre o pedal do freio, coloque a alavanca do câmbio na posição ‘Drive’, marcado com uma ‘D’no painel.
  7. Solte o freio de mão para poder começar a dirigir.
  8. Antes de começar a andar, olhe todos os pontos ao redor do Toyota Yaris XLS ou do veículo que estiver dirigindo, incluindo os pontos cegos, para ter certeza que não há nenhum objeto ou pessoa por perto.
  9. Tire bem devagar a pressão no pedal do freio para que o carro comece a se movimentar. Coloque agora o mesmo pé sobre o acelerador com suavidade, para que o veículo acelere. Você não precisa tocar a alavanca de câmbio.
  10. Você deverá pisar no freio toda vez que quiser diminuir a velocidade ou parar o carro, tirando o pé do acelerador e colocando esse pé sobre o pedal do freio, pressionando com suavidade para que o carro não freie dando uma sacudida para a frente. Se você quiser que o carro volte a andar, tire o é do freio e volte a pressionar o acelerador.
  11. Se você quiser estacionar, volte a soltar o acelerador e pressione suavemente o freio. Coloque a alavanca de câmbio na posição ‘P’ e desligue o motor virando a chave no sentido contrário às agulhas do relógio. Depois ative o freio de mão.

Recomendações importantes:

  • Não use um pé para o freio e outro para o acelerador. Use sempre o pé direito e deixe o esquerdo no chão.
  • Pressione os pedais devagar e suavemente.
  • Verifique os espelhos com regularidade.
  • Presta atenção aos sinais de trânsito.

 

Câmara aprova PL do Mandante, que muda negociação de direitos de transmissão

Na tarde da última quarta-feira (14) a Câmara dos Deputados aprovou o projeto de lei popularmente conhecido como “PL do Mandante”, por 432 votos a 17. A PL altera a atual regra para que somente o clube de futebol mandante do jogo tenha os direitos sobre a transmissão da partida, de forma que o time possa negociar com qualquer emissora de maneira isolada.

O conhecido direito de arena, atualmente, é negociado entre os clubes mandantes e visitantes da partida, que precisam encontrar um consenso entre si para os valores de transmissão do jogo para a TV e rádio. E agora que a PL foi aprovada na Câmara dos Deputados, ela segue para uma análise do Senado Federal. Os direitos de transmissão do futebol no Brasil são um dos itens mais disputados entre as emissoras de TV, que sabem a popularidade do esporte em território nacional e a quantidade absurda de audiência que ele gera. E não é à toa que as várias plataformas de apostas online que têm chegado no país, escolheram torneios como o Campeonato Brasileiro para serem vitrine de sua marca e se tornarem conhecidas no Brasil.

Aprovado com folga

Apesar da votação ter sido praticamente unânime, o relator do PL do Mandante, deputado Júlio César (Republicanos-DF), teve que realizar algumas mudanças no texto de última hora, para que seus colegas de casa pudessem aprovar a matéria. A principal mudança realizada no texto foi deixar de forma explícita que as novas regras de arena não valem para os contratos que tenham sido assinados antes dessa nova legislação entrar em vigor. Ademais, os times que não tiverem nenhum acordo firmado para as transmissões de suas partidas em eventos esportivos poderão começar a realizar contratos sob vigência da nova lei.

Em entrevista, Júlio César explicou as mudanças realizadas: “Deixamos evidentes alguns pontos que estavam em aberto. Os contratos assinados de acordo com a legislação anterior não podem passar por mudanças repentinas. Isso fere o Código Civil. Com isto, os contratos previstos até 2024 na Série A continuam a valer. Também deixo claro que o clube que não tinha acordo com canal fechado, streaming anteriormente, pode vender independentemente dos contratos antigos”, afirmou o deputado. Durante a sessão no plenário, Júlio César também chegou a justificar o porquê de ter dado continuidade ao projeto. Segundo o deputado, ao conversar com os clubes de futebol, não eram poucos os times que queriam negociar por si só os direitos de transmissão – na verdade, eram mais de 40 clubes.

Dessa forma, os times que disputam a Série B do Brasileirão e que conseguiram o acesso para Série A, poderão negociar da maneira que lhe convier os direitos de transmissão das 19 partidas em que são mandantes. Já o Athletico Paranaense, por exemplo, agora encontra respaldo para continuar transmitindo em pay-per-view os jogos em que possui o mando de campo. Mas, apesar das alterações, alguns pontos da antiga lei foram mantidos na atual PL, a exemplo do pagamento de 5% do valor arrecadado com os direitos de transmissão, que continuarão a ser direcionados para os atletas.

A Globo mandou avisar

Antes mesmo de ser votada a PL do Mandante, a Globo afirmou que continua possuindo os direitos de transmissão das partidas com os clubes que já tem contrato. Com isso, ela mandou um aviso aos concorrentes, de que nenhum deles poderá transmitir os jogos dos times que atualmente são seus parceiros, por força de contrato.

Em nota enviada à imprensa, a emissora voltou a afirmar a posição que vinha defendendo nas últimas semanas, e agora que a PL foi aprovada na Câmara dos Deputados, a Globo acredita que possui mais uma garantia para preservar seus contratos com os clubes do Brasil. “A Globo, quando negociou com os clubes sob a legislação vigente, adquiriu os direitos exclusivos de seus jogos como mandante e visitante. Portanto, nenhum outro player pode transmitir esses jogos, mesmo que seja detentor dos direitos do outro clube”, dizia a nota da Globo. Dessa forma, os contratos assinados com os times que disputam a Série A do Campeonato Brasileiro continuarão a valer até 2024

A importância dos vídeos na comunicação e artes visuais

As imagens tomaram conta do nosso cotidiano. Nunca antes foi possível presenciar tantas fotos e vídeos como vemos atualmente. Graças aos smartphones e às redes sociais, fazer qualquer conteúdo multimídia está ao alcance de nossos dedos, sendo possível compartilhá-lo com muitas pessoas de uma só vez com apenas um click. O resultado dessas facilidades é o uso cada vez mais comum de estratégias audiovisuais em propagandas e até mesmo em obras de arte.

Isso porque a imagem é uma forma mais fácil e rápida de se comunicar algo, já que em alguns segundos você pode transmitir uma notícia e até mesmo gerar algum tipo de sentimento. Ou seja, podemos nos expressar em mais formas do que qualquer língua escrita alguma vez poderá. E dentro desse universo os vídeos curtos tomaram conta da internet, por ser um formato rápido, que por sua excelente propagação e assimilação, é o que mais tem sido visto no mundo online.

Os vídeos chamam tanto a atenção por serem algo interativo, que também trazem junto a ideia associada ao entretenimento, já que assistir a alguma coisa online se tornou uma das maiores fontes de diversão. Filmes, séries e até mesmo passar um tempo no Youtube ou no Tik Tok com memes e tutoriais é o que as pessoas mais têm feito para relaxar ultimamente.

E mesmo sendo visto como um momento de diversão, os vídeos também são uma ótima forma de aprendizado, pois são didáticos e podem agregar mais informação ao juntar imagem, texto e música, contribuindo para que a mensagem seja mais bem assimilada. E mais do que isso, eles também prendem a atenção, já que é quase impossível evitar de ver algo que surge em nossos celulares, TV e até mesmo em telões espalhados por onde andamos.

Não é por menos que redes sociais como o TikTok já são o lugar onde as marcas mais investem em publicidade. E não só produzindo conteúdo em suas próprias contas, mas também utilizando os “influencers”, criadores de conteúdo com muito alcance que fazem propagandas de produtos e serviços. Esse mercado prevê alcançar quase $8 bilhões até o final de 2021, segundo a agência MidiaKix, que também afirma que 80% dos profissionais de marketing trabalham com astros da internet como forma de divulgação.

No mundo dos games o visual também sempre foi muito importante. Justamente por isso, as técnicas para criar gráficos animados estão cada vez mais desenvolvidas e os jogos parecem verdadeiros filmes, graças aos mais variados tipos de recursos e programas de computador que permitem interações e realidades virtuais realistas, cheias de detalhes, ângulos diversos e efeitos especiais.

E para aqueles que gostam de jogar em um cassino online, esse universo em sua forma virtual vem sendo muito acessado por jogadores que curtem a adrenalina das jogadas, mas também de tecnologia e formatos audiovisuais que criam máquinas e ambientes de jogos cada vez mais interativos e divertidos. Tudo isso possibilita ao usuário opções de diferentes modalidades e muitas combinações visuais diferentes e interessantes.

Foto: Divulgação

O ramo das artes também tem ganhado muito contato com o mundo audiovisual, já que a tecnologia trouxe diversas novas possibilidades de criar, divulgar e consumir todos os tipos de artes visuais. Um exemplo é o Miniarte Vida, uma exposição que roda o Rio Grande do Sul com quadros de artistas do mundo todo. E o melhor de tudo é que ele também tem seu formato em catálogo online e pode ser visto por qualquer pessoa que goste da curadoria da exposição, mas não pode ir até as cidades em que estão as obras.

Seja um vídeo curto para redes sociais, um jogo de videogame, um cassino online ou até mesmo arte em forma de vídeo, o mundo multimidia no entretenimento cresce e continuará se desenvolvendo à medida que as ferramentas digitais forem mais modernas e democratizadas. Resta esperar para saber o que ainda está por vir nesse universo de infinitas possibilidades.

Recomendações para adquirir um carro usado

Milko Bikic

Ter a possibilidade de comprar um veículo usado como um carro Fiat Toro, por exemplo, é uma boa opção, principalmente porque pelo fato de não ser um 0 km, você não é obrigado a investir muito dinheiro. Por outro lado, se você sonhava com um carro novo, pode ser frustrante comprar um carro usado que não seja aquele que você desejava. Mas tudo pode resultar em um negócio bem-sucedido, se tiver calma e fizer uma pesquisa para encontrar o carro que você quer ao melhor preço.

Uma das primeiras coisas a fazer quando ser quer comprar um Fiat Toro usado ou qualquer outro veículo usado, é determinar o seu orçamento disponível para essa compra. Se a sua intenção é pagar à vista, tudo bem, você já sabe quanto pode gastar. Porém, se a intenção é pagar em prestações, faça os cálculos para saber quanto deverá pagar mensalmente e se você conseguirá fazer isso. Para ter a certeza, você deve saber que a parcela mensal não deve ultrapassar o 20% do seu ingresso mensal.

Você deverá também fazer os cálculos das despesas com a manutenção, o seguro e os gastos de combustível. Quanto mais caro for o veículo que você comprar, maiores serão os gastos com a manutenção. Um Toro usado ou um carro similar pode ser uma boa pedida, dependendo do seu orçamento.

Foto: Divulgação

Como escolher o carro ideal para você

  • Em primeiro lugar, você precisa decidir quais são as características que você quer que esse carro tenha. Faça uma lista com as prioridades quanto a equipamentos e acessórios, bancos, capacidade de carga e eficiência de combustível. Depois, procure toda a informação possível na página web do fabricante. Em seguida, procure saber o valor desse mesmo carro sendo um 0 km, porque desse modo você poderá ter uma ideia do valor do modelo usado.
  • Analise os modelos que estejam dentro das suas possibilidades econômicas. Sabendo quais são as marcas e os modelos que estejam dentro desses parâmetros, você poderá começar a averiguar pela antiguidade dos veículos e os seus respectivos valores. Cada marca e modelo tem uma desvalorização diferente. Tudo depende do ano, da quilometragem: dois carros com 3 anos de antiguidade, sendo que um rodou 30.000 km e o outro 120.000 km, será mais barato aquele que rodou mais quilômetros!
  • Faça um test-drive do carro que você quer compar. Só uma foto em uma página web não é suficiente para tomar uma decisão econômica tão importante. Você deverá ter a oportunidade de dirigir o carro que pretende comprar para poder checar como você se sente dirigindo esse veículo. Se você escolhe um dos carros turbo usados ou mesmo outro tipo de carros, sempre será importante sentir como eles se comportam com você no volante. Se você conhece alguma pessoa, familiar ou amigo, que tenha exatamente o mesmo modelo, peça para poder dirigir por um tempinho, para conhecer bem como é o carro sob o seu comando.
  • Use e abuse da internet para procurar o carro que você quer. Existem muitas páginas que fazem comparações e todas as concessionárias têm as suas páginas. Assim, você poderá ver tudo o que tem na internet de ofertas e promoções, bem como checar modelos, antiguidade, quilometragem e outros detalhes e características. Como, por regra geral, os carros que estão anunciados na internet costumam ser vendidos rapidamente, se você encontrou um que você gosta e está dentro do seu orçamento, não perca tempo e entre logo em contato com o vendedor, para combinar conhecer o veículo pessoalmente e fazer o test-drive antes de fechar negócio.
  • Faça um passeio pelas concessionárias da sua cidade para ver o que elas têm para oferecer. Muitas delas só trabalham com veículos usados e possuem diferentes marcas e modelos. Outras, só trabalham com uma única fábrica. Vale a pena ter tempo para poder visitar várias e ver as opções que existem no mercado de carros usados.
  • Procure anúncios de próprios donos de carros usados, que preferem vender de forma direta e não através de uma concessionaria. Provavelmente você conseguirá um preço melhor. Mais vá com um mecânico da sua confiança para ter a certeza de estar comprando um veículo sem problemas. Acontece que, mesmo conseguindo um preço melhor com o antigo dono, comprando em uma concessionaria você terá uma garantia, muito importante para quem compra um veículo usado.