“O povo não é bobo”: a Globo brinca com fogo

PC DE LESTER
Alvo preferencial das manifestações contra o impeachmet, a Rede Globo viu voltarem às ruas as velhas palavras de ordem contra ela, a começar pelo ‘O povo não é bobo, abaixo a Rede Globo´”, Globo golpista e outras, que remontam às Diretas Já.
O mais grave não está nas ruas, está nas redes sociais (as ruas talvez ecoem as redes sociais ou vice e versa).
O que se vê é uma rejeição crescente. Agora, além da rejeição que leva a não ver nada da globo, surge uma proposta de não comprar produto ou serviço anunciados na Globo. Por enquanto, parece uma ideia voluntariosa.
Mas quando uma revista como a Der Spiegl diz que a Globo está no centro de um “golpe frio’ que se arma no Brasil contra a democracia, se a democracia vencer, haverá lugar para a Globo?

2 comentários em ““O povo não é bobo”: a Globo brinca com fogo”

Deixe uma resposta