Eleições 2020: o caminho do continuísmo já estava pavimentado

Sebastião Melo foi visitar Nelson Marchezan Júnior, na tarde desta segunda-feira (30), no Paço Municipal / Jefferson Bernardes/PMPA

A vitória de Sebastião Melo na eleição de Porto Alegre vai passar para os anais da política como mais um exemplo de que debates não ganham eleição.

Melo perdeu em todos os debates com Manuela Dávila.

No último, na sexta-feira que antecedeu o pleito, foi constrangedora a fragilidade da sua retórica populista. Mas foi o vencedor nas urnas.

Na verdade, os debates são irrelevantes.

Primeiro porque  são burocráticos e pouco esclarecedores. Trabalham sobre uma base muito rasa de informações.  “Uma formiguinha atravessaria com a água pela canela”, diria Nelson Rodrigues.

Aquele sistema de sortear as questões tirando um papelzinho é coisa de gincana de colégio. “Saúde! O sr. tem dois minutos e trinta segundo para expor suas propostas para area da saúde em Porto Alegre”.

Depois tem a replica um minuto,  a tréplica 30 segundos…No total quatro minuto  para a saúde pública de uma cidade de um milhão e meio de habitantes.

Ai tira-se outro papelzinho: “Transporte”.

O  caso do transporte coletivo em Porto Alegre é patético..  O presidente da Agergs, a agência reguladora dos serviços públicos concedidos, engenheiro Luiz Afonso Senna, define como “primitivos” os contratos de concessão do transporte coletivo a empresas privadas em Porto Alegre.

Melo diz que vai “repactuar” os contratos assinados em 2015, quando era o vice-prefeito.  Passou a campanha inteira falando na tal “repactuação” sem explicar. A preocupação dos perguntadores era se os candidatos iam ou não privatizar a Carris.

Na verdade, não só os debates não influem. A própria campanha alterou pouco o resultado que já estava anunciado no primeiro turno.

O que ganha eleição é um sistema de comunicação dominante, oligopólico, que distila diuturnamente uma ideologia,  desqualificando, quando não criminalizando, um caminho, enaltecendo outro.

Nesse ambiente, quando um candidato como Melo chega com seu discurso os corações e mentes já estão preparados.

 

Deixe uma resposta