Os miseráveis vão salvar o Brasil

Indicadores do humor do “mercado”, reduziram pela quinta vez consecutiva a expectativa de crescimento da economia em 2019.
Caiu abaixo de dois por cento. Isso foi interpretado como sinal de que o mercado está irado porque não sai essa reforma da Previdência, que vai “equilibrar os cofres públicos”.
É isso: vamos para o quinto ano de recessão e a saída que o “mercado” impõe é tirar dos aposentados.
Não foi desmentido o economista Eduardo Fagani, da Unicamp. Ele diz e repete que 75% da economia que o governo vai fazer com a “nova Previdência” será extraida dos que ganham abaixo de R$ 1.400.
A economia que a reforma vai trazer aos “combalidos” cofres públicos, segundo o governo, pode  passar de R$ 1 trilhão em dez anos.
Se o citado economista não está em erro, caberá aos que mal ganham para sobreviver uma contribuição involuntária de R$ 750 bilhões, em módicos cortes mensais nas suas aposentadorias ao longo de dez anos.
Os miseráveis vão salvar o Brasil!
Haja patriotismo!
 
 
 
 
 
 

Deixe uma resposta