Cotrijal muda a marca e tem planos arrojados

Na live “Renova Cotrijal”, a Cooperativa Agropecuária e Industrial, de Não-Me-Toque, apresentou sua nova marca, que faz parte do planejamento estratégico para os próximos cinco anos. Os novos planos vão desde o investimento em venture capital – uma modalidade na qual os recursos são aplicados em empresas com expectativas de crescimento rápido e rentabilidade alta – até a industrialização de produtos, gestão, inovação, tecnologia e diversificação dos negócios. O evento foi realizado na quarta-feira, 17, no restaurante da Expodireto.

Apesar das dificuldades enfrentadas em função da quebra da safra de verão e da pandemia, na próxima quinta-feira, dia 25 de fevereiro, os números que serão apresentados durante a Assembleia Geral da Cotrijal são extremamente positivos. A cooperativa encerrou 2020 com R$ 2,4 bilhões de faturamento, crescimento de 5% em relação ao ano anterior. Já as sobras cresceram 53% na comparação com 2019, chegando a R$ 21,4 milhões. Foi o melhor resultado da história da cooperativa.

Com cerca de oito mil associados e mais de 1,8 mil colaboradores, a Cotrijal, ano após ano, reforça o protagonismo no agronegócio brasileiro. Considerada a maior cooperativa agropecuária do Rio Grande do Sul, conforme o ranking divulgado pela Revista Exame, a instituição está entre as maiores empresas do Brasil.

A Cotrijal está presente em 33 municípios do Norte, Noroeste e Planalto gaúcho. Atualmente, possui 56 unidades de recebimento de grãos, além de unidade de beneficiamento de sementes, fábrica de rações, complexo de 21 lojas multisegmentos, nove supermercados e um atacado. Além dos negócios, leva serviços, assistência técnica e veterinária para melhorar a rentabilidade e qualidade de vida dos produtores.

Para o presidente da Cotrijal, Nei Mânica, a cooperativa vive um momento histórico de uma caminhada de 63 anos. “Uma caminhada de muitas conquistas, como criação em 2000 da Expodireto, uma das maiores feiras do agronegócio internacional, realizada em Não-Me-Toque, focada em tecnologia e negócios. Infelizmente, não pode ser realizada em 2021 devido a pandemia do novo coronavírus.”

O vice-presidente da Cotrijal, Enio Schroeder, acredita que o cooperativismo é o sistema mais importante do mundo e visa desenvolver os associados e as comunidades onde atua. “O momento é de valorizar o cooperativismo. ” Acrescentou que a marca Cotrijal foi construída com muito suor e determinação dos associados, suas famílias, conselheiros e colaboradores, que sempre buscaram o desenvolvimento da cooperativa.

Nos últimos anos, conforme o superintendente Administrativo e Financeiro, Marcelo Ivan Schwalbert, a cooperativa teve um crescimento muito grande de faturamento e resultado. “Agora, a Cotrijal está iniciando um novo ciclo do seu planejamento estratégico, onde queremos nos reinventar. O primeiro movimento foi a criação da nova marca. Neste novo ciclo também estamos fazendo parcerias.”

Uma delas é a parceria da Cotrijal com 11 grandes cooperativas agropecuárias para o lançamento do marketplace Supercampo, em janeiro de 2021. A plataforma de comércio virtual deve atender inicialmente 80 mil cooperados no Brasil e conectá-los a diversas empresas cadastradas para atender as demandas do campo via internet.

Outra parceria de negócios da Cotrijal é uma intercooperação com a Cooperativa Languiru, que prevê a industrialização de carne suína e de frango com a marca da Cotrijal. O termo de cooperação foi assinado em novembro de 2020, durante as comemorações dos 65 anos da Languiru, em Lajeado.

Nova marca

A Agência Moove foi a responsável pela criação da nova logomarca da cooperativa agropecuária Cotrijal. A identidade remodela a anterior, com uma adaptação ao novo direcionamento dos negócios do grupo de associados. A nova marca será aplicada em tudo que envolve a cooperativa, desde prédios até carros, camisetas, cadernos e bonés.

A nova marca tem formas diversas com muito significado. A vogal i e a letra j representam duas pessoas de mãos dadas, cooperação, união, maior apoia o menor. Como representação do cooperativismo, três símbolos gráficos: um círculo significa união, semente e grão; a folha representa o plantio e integração; a gota simboliza a água e irrigação e um triângulo estilizado, os novos segmentos da Cotrijal.

Segundo o presidente da agência Moove, José Fuscaldo, foi preciso estudo e pesquisa, sem esquecer o cuidado com a relação afetiva com a antiga logo para redesenhar a nova. “Grandes marcas mundiais têm passado por processos semelhantes. O advento da internet exigiu isso de todas. Elas buscaram simplificar suas formas, ganhar dinamicidade e rapidez no mundo virtual. A Cotrijal viu isso no tempo certo e agiu com rapidez,” afirma.

A live “Renova Cotrijal” teve produção e organização da Storia Eventos. Reuniu presencialmente a diretoria, conselheiros e poucos convidados, respeitando os protocolos sanitários. Os associados, clientes e colaboradores acompanharam online o evento, que teve como convidado especial o padre Fábio de Melo, mais a participação do cantor e compositor nativista Jairo Lambari Fernandes e Joaquim Velho, na gaita.

A apresentação foi de Benísio Rodrigues, gerente de Marketing da Cotrijal. Segundo ele, o campo vem se renovando muito rapidamente nos últimos anos. “A chegada de diferentes tecnologias tem exigido da cooperativa um trabalho constante no campo e no marketing, com a nova marca, conexão digital com os associados, suas famílias, colaboradores e clientes.”

Deixe uma resposta