Legislativo municipal visitado por bandidos.

Assalto contra um prédio público é indicativo da tranqüilidade com que avança a organização da bandidagem.
Três casas bancárias foram atacadas, ontem, na Capital. A unidade do Banrisul instalada na Câmara Municipal, invadida por quatro bandidos, dá uma idéia da tranqüilidade com que o crime organizado está crescendo em Porto Alegre e na Região Metropolitana. Os quadrilheiros que estiveram no Legislativo municipal fugiram em um automóvel Astra que foi abandonado, não muito longe dali, na rua Washington Luís. Tudo está fácil demais para os bandidos que realizam levantamentos, escolhem a hora de atacar um prédio público e escapam endinheirados e ilesos. E a partir de ontem, com máxima certeza, passam a ser tomadas providências para que novas invasões da bandidagem não ocorram no Legislativo municipal, o que, simplesmente, comprovará, que os nossos ilustres vereadores ainda não sabem bem em que cidade estão vivendo. Sigam-me.
Nobreza
Na Benjamim Constant, três criminosos tentaram assaltar a agência do Sicred. Houve trocas de tiros quando o trio deixava o banco. Um dos bandidos foi preso. Durante um assalto, praticado por dois bandidos de moto, ocorrido contra uma agência do Bradesco, na avenida Carlos Gomes, o apresentador de televisão Fernando Vieira resultou baleado na perna esquerda pelos motoqueiros. Fernando ingressou na incômoda, para o poder público, estatística das vítimas da bandidagem ao cometer a temeridade de circular numa zona nobre de Porto Alegre.
Jogatina
Enquanto quadrilhas se formam e todo o Estado para assaltar cidadãos nas ruas, motoristas, transporte coletivo, residências, empresas, bancos, propriedades rurais, a polícia continua mantendo em atividade forças-tarefas para combater algumas áreas da jogatina, excetuando-se, evidentemente, os antros monitorados pela Caixa Federal.
Passeata
Amanhã, a partir das 17 horas, familiares e amigos de Rodrigo de Almeida Carvalho, 28 anos, assassinado no dia 17 de agosto de 2006, promoverão uma passeata na travessa Miranda e Castro, bairro Santana e, às 18h, será celebrada uma missa na igreja Santa Terezinha. Rodrigo foi morto com um tiro no peito por seu vizinho, Wagner Lemos Medeiros quando comemorava a conquista da copa Libertadores pelo Inter. O processo, que tramita na 2ª vara do Júri, tem na assistência da acusação do criminalista Antonio Carlos Côrtes. O caso, de grande repercussão na época, teria conotação racista e não clubística, pois o autor do crime era tido também como torcedor do Inter.
Casal
Agentes do Denarc prenderam um casal que vendia drogas a menos de 100 metros de uma escola na Vila dos Sargentos, bairro Serraria, Zona Sul de Porto Alegre. Roberto de Oliveira Mendes de 50 anos e Maria de Lurdes Mendes de 51 estavam numa casa em que foram apreendidas 40 pedras de Crack, 200 gramas de maconha, uma balança de precisão além de telefones celulares e bolsas furtadas.
Palestra
O Iargs (Instituto dos Advogados do RS) promoverá na próxima terça-feira, dia 19, às 12 horas, em sua sede, a palestra “Execução de alimentos e as Leis 11.232/05 e 11.382/06”, que será proferida por Maria Inês Linck. O evento é aberto ao público e tem entrada franca na travessa Acelino de Carvalho, 21. Maiores informações pelo fone (051) 3224.5788, www.iargs.com.br e [email protected]
Presídios
A greve dos agentes penitenciários chegou ao fim, ontem, e serviu para ressaltar dois pontos principais: a atrasada política do governo no trato do sistema penitenciário e a força adquirida pelos profissionais dessa área gerada, exatamente, pela incompetência dos governantes. A greve acabou, mas os problemas continuam latentes. Com o final da greve, o governo ressaltou que as 91 casas prisionais em funcionamento no Estado “retornam a sua normalidade” a partir de hoje. Resta saber o que o governo entende como “normalidade” no sistema penitenciário.
Passo
Uma vez considerado como encerrado o episódio do sistema penitenciário, é de se esperar que o titular da Segurança Pública, Edson de Oliveira Goularte, coloque em prática as idéias que o levaram a ser escolhido para o cargo. Ninguém espera por um passo de mágica, mas, no mínimo, a expectativa é de um passo à frente.

Deixe uma resposta