Política da segurança é uma incógnita

Estrutura deixada por Mallmann, por enquanto, está, praticamente, intocada, o que pode significar uma aprovação.
Ao chegar, hoje, ao 25° dia na titularidade da Secretaria da Segurança Pública, Edson de Oliveira Goularte não promoveu nenhuma alteração significativa na chamada linha de frente de sua pasta. Isto tanto pode significar um momento de indecisão como, de outra banda, uma aprovação da estrutura montada por José Francisco Mallmann, o antecessor de Goularte. As exonerações que têm ocorrido, até agora, atingem áreas que não chegam a sacudir nenhum dos braços da segurança gaúcha que são Polícia Civil, Brigada Militar, Susepe e IGP. No entanto, a Segu-rança Pública necessita de permanentes impulsos baseados na clareza de estratégias do seu titular que, por enquanto, continua como uma incógnita tanto para a sociedade como para os profissionais da pasta. Goularte não é histriônico e não chega a ser, exatamente, um rezador. Ele é, simplesmente, lacônico. No entanto, na vida militar, Goularte foi de infantaria e, com certeza, sabe a hora de atacar avançando o máximo com uma perda mínima de força e, se possível, invisível.
Cibernética
A Polícia Civil, por meio da 11ª DP Regional de Erechim está promovendo, desde ontem, com encerramento programado para o próximo dia 21, o curso “Crimes Cibernéticos”. O objetivo é habilitar servidores a operar e utilizar os sistemas e aplicativos disponíveis na Internet para a investigação de crimes cometidos com o uso de computadores.
Jogatina
Cinco bicheiros da capital e um oficial da Brigada Militar foram indiciados em inquéritos da Polícia Civil entregues ontem ao Judiciário. Eles foram enquadrados nos crimes de sonegação fiscal, lavagem de di-nheiro e formação de quadrilha. O combate à jogatina, portanto, desde que não seja monitorada pela Caixa Federal, continua com o máximo de rigor.
De olho
Segunda feira última, às 14h30min, em um estabelecimento comercial localizado na avenida Presidente Getulio Vargas, bairro Água Viva, Alvorada, PMs capturaram três adolescentes, um de 16 anos e dois de 13 anos, no momento em que furtavam dois tubos de xampu e dois pares de chinelos. No mesmo dia, às 12h25min, na rua Olegário José Guimarães, Alvorada outro adolescente, de 17 anos, caiu nas mãos de PMs no momento em que ele furtava um par de tênis do depósito de um supermercado. Em sua obra, Jorge Amado chama essa gurizada de “crianças ladronas”, nas quais a Brigada esta de olho.
Atentados
Um homem não identificado foi encon-trado morto, ontem, com um tiro na cabeça, no bairro São Miguel. O corpo estava na esquina das ruas Manoel Monteiro do Nascimento e Antônio Rosa Picada. Em Porto Alegre, um cidadão foi executado e outro ficou ferido, no fim da noite de segunda-feira, no bairro Cristal. Robson Alves Gomes, 23 anos, levou cinco tiros e morreu na hora. Diego Santos da Silveira, 27 anos, atingido por dois tiros recebeu a-tendimento no HPS e foi liberado.
Concurso
Encerra hoje o período de inscrições para o concurso público do IGP (Instituto-Geral de Perícias). O candidato deve acessar o site www.fdrh.rs.gov.br. Os cargos oferecidos são: perito criminal, perito criminal nas áreas de psicologia, engenharia mecânica, perito médico-legista, perito médico-legista na área de psiquiatria, perito químico forense nas áreas de biologia e química, papiloscopista e fotógrafo criminalístico.
Trama
Num trabalho orientado pelo delegado Bolivar Llantada, toda a trama que culminou no assassinato da líder comunitária do bairro Restinga, Marlene Álvares de Oliveira, 51 anos, e de seu companheiro, Osmar Matos de Souza, 57, está, praticamente desvendada, inclusive com a identificação dos principais implicados. O casal foi vítima de uma chacina em janeiro último e a solução do caso se tornou uma questão de honra para a Polícia Civil pois, inclusive, chegou a ser aventada uma conotação política para que o crime fosse consumado, o que, por ora, não se confirmou.

Deixe uma resposta