Se cai o Cunha, quem vai cair com ele?

P.C. DE Lester
Eduardo Cunha, o presidente afastado da Câmara Federal, é quase uma unanimidade nacional: as pesquisas de opinião registram que mais de 90% dos brasileiros o consideram que ele deve ser cassado por corrupto.
Mas na Comissão de Ética da Câmara ele perdeu por apenas dois votos. Onze votaram pela cassação, seguindo o parecer do relator, que examinou as provas e concluiu que não há dúvidas quanto às contas  no exterior. Nove defenderam Cunha.
Uma derrota, mas tudo indica que Cunha  mantém sua estratégia de ganhar tempo – e ele já ganhou quase oito meses.
A surpresa foi a deputada Tia Eron, aliada de Cunha,  que votou pela cassação.
Mas pode ser uma estratégia. Em vez de expor um quadro importante como Tia Eron, sob forte pressão das bases, Cunha liberou seu voto, o que lhe confere independência para a batalha no plenário que será decisiva.
Nessa batalha, Cunha vai cobrar fidelidade da bancada majoritária que sustenta o governo Temer,  que, na saua avaliação, só é governo porque ele botou para andar o processo de impeachment de Dilma Rousseff.
Os  noticiários tem registrado, escassamente, algumas declarações de Cunha. Ele diz que não cairá sózinho.
Então, a pergunta que fica no ar é esta: Cai o Cunha?  E  mais esta: Quem vai cair com ele?
 

Deixe uma resposta