Um livro com o visual dos 60 anos de fotografia de Zeca Gerbase

Zeca Gerbase/ Divulgação

Em outubro, a família estará reunida em um programa ao vivo, na Sala Libretos, dia 19, às 19h, no facebook/libretoseditora. A estreia deste programa na 67ª Feira do Livro de Porto Alegre. Neste encontro, os cinco irmãos – Antônio Carlos, Maria, Luiz Francisco, Carlos, Andréa – e os dois filhos do Zeca, Juliana e Francisco, vão lembrar do Zeca, celebrar sua vida e sua obra.

José Gerbase Filho – para os familiares Zeca, o fotógrafo. Foi um artista que previu este pequeno livro que agora está aí, na Praça. Sua visão atmosférica, natural e urbana materializou-se nas fotos reunidas em capítulos: Zeca e a cor, as montanhas, São José dos Ausentes, Santa Catarina e Porto Alegre. São 60 fotos, entre em cores e preto e branco. A obra com 80 páginas e edição da Libretos tem organização de Luiz Francisco Gerbase e apresentação de Carlos Gerbase.

Carlos, cineasta, professor e irmão de Zeca constata as escolhas temáticas de Zeca: barcos e aves. “Creio que são importantes escolhas inconscientes: barcos e aves estão sempre viajando, navegando, voando. Se a natureza de São José dos Ausentes, com seus morros milenares e árvores seculares, tem uma beleza em lenta mutação, pelo jogo diário da luz do sol e pela passagem das estações, barcos e aves movimentam-se com dinâmica rapidez, como os carros que Zeca gostava de dirigir em trilhas que exigiam tração nas quatro rodas. Nesse contraste entre uma vida ligada à natureza e uma busca paralela da velocidade e da eficiência das máquinas está, quem sabe, uma das chaves para compreender o Zeca como ser humano”, observa.

E comenta, ainda, a iniciativa da família: “Esta é uma síntese incompleta do Zeca fotógrafo. Há muito negativo pra digitalizar e muitas novas paisagens pra revelar ao público. Sessenta anos de fotografia não cabem num livro só. Fica, contudo, essa homenagem de todos que conviveram com o Zeca e seu sorriso tímido, sua barba de diversos comprimentos, seus óculos elegantes, suas câmeras onipresentes, seus carros prontos para o barro, suas árvores no horizonte, seus barcos de madeira, suas aves em pleno voo, seu jeito prestativo de construir coisas e fazer favores. Foi-se o nosso irmão. Restou a saudade e a admiração pela sua trajetória como artesão, artista e amigo.”

 

José Gerbase Filho (07/11/1948 – 07/05/2021) era simplesmente Zeca para quase todos que o conheciam. Foi engenheiro mecânico e professor universitário na UFRGS. As fotos deste livro são do Zeca, fotógrafo aventureiro, e não do José Gerbase Filho, engenheiro competente e criativo.

Zeca, o fotógrafo
José Gerbase Filho
Libretos, 2021
80 páginas, 21 x 18 cm, R$42
Zeca Gerbase; Foto: Divulgação
.

Deixe uma resposta