Por unanimidade, PSDB de Minas decide apoiar Eduardo Leite na disputa com Dória

Governador João Dória, de São Paulo é o favorito por enquanto.

O PSDB de Minas Gerais decidiu na noite desta segunda-feira (13), por unanimidade, que apoiará o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, nas prévias do PSDB para escolher o candidato a presidente da República.

O estado é o segundo maior colégio eleitoral do partido no país, atrás apenas de São Paulo. As prévias para escolher o candidato tucano está marcada para 21 de novembro.

A estratégia de Leite é juntar Minas Gerais, seu estado natal o Rio Grande do Sul, e Ceará, liderado por Tasso Jereissati e que também caminha nos bastidores para apoiar Leite.

Somados, esses três estados têm mais votos do que o de São Paulo e isso jogaria a disputa para os outros estados.

O diretório de Minas Gerais é liderado na prática pelo deputado federal Aecio Neves, adversário interno de Doria. Foram os aliados de Aécio que lançaram a pré-candidatura de Eduardo Leite, no início deste ano.

Até agora, Acre, Pará, Paraná e São Paulo já fecharam apoio a Doria.

Minas Gerais é o primeiro estado a fechar a apoio a Leite.

Procurado, Doria não se manifestou.

Além de Doria e Leite, estão na disputa pelas prévias o ex-prefeito de Manaus Arthur Virgílio e o senador Tasso Jereissati. Mas como a tendência é de que ambos abandonem a disputa, o embate real ocorre entre Doria e Leite.

(Com informações da CNN)

Deixe uma resposta