Prefeitura lança edital para adoção do Laçador

A partir dessa segunda-feira, 29, a prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Parcerias (SMP), receberá propostas para a revitalização e manutenção do Sítio do Laçador.

Empresas interessadas em adotar o espaço público, pelo período de dois anos, deverão formalizar suas propostas até o dia 5 de janeiro de 2022.

O conteúdo do edital foi publicado no Diário Oficial de Porto Alegre (Dopa)

As propostas deverão conter o modelo paisagístico proposto pelo adotante.

Além do embelezamento do local, é exigido um projeto que não altere a natureza do Sítio do Laçador, localizado em frente ao primeiro terminal do Aeroporto Internacional Salgado Filho, na avenida Zaida Jarros (BR-116).

Como contrapartida, o adotante poderá inserir sua marca no local e usar em suas peças publicitárias os dizeres “Uma empresa parceira de Porto Alegre”, acompanhada do brasão oficial do município.

Poderá ainda ser instalada a identificação contendo as melhorias implementadas no tamanho de até 42 centímetros por 29,7 centímetros. A análise das propostas será feita por uma comissão julgadora formada por integrantes das pastas de Parceria, Cultura, Meio Ambiente, Urbanismo e Sustentabilidade e Gabinete do Prefeito.

A estátua do Laçador (ou monumento ao Laçador) foi definida por lei municipal como Símbolo Oficial de Porto Alegre em 1992.

Sua autoria é do escultor pelotense Antônio Caringi.

A estátua foi tombada como patrimônio histórico de Porto Alegre em 2001. Para usar um gaúcho autêntico como modelo para a sua obra, Antônio Caringi contou com o folclorista Paixão Côrtes, então um jovem apreciador dos costumes da cultura campeira sul-rio-grandense, o qual posou para o artista com a sua coleção de indumentária gauchesca.

O monumento é feito de bronze, tem 4,45 metros de altura e pesa 3,8 toneladas. A estátua tem um pedestal de granito trapezoidal de 2,10 metros de altura.

(Com informações da Assessoria de Imprensa) 

Foto: Luciano Lanes/PMPA

Deixe uma resposta