Recorde à vista no Turismo

Wilson Müller*

O ingresso de turistas no Brasil vem apresentando números muito positivos. Até setembro, os viajantes deixaram 360 milhões de dólares no país, ou 40,07% a mais em relação ao mesmo mês de 2004, e 5,6% acima de janeiro deste ano, que havia sido o melhor mês da história. Visitar o Brasil parece estar na moda no mundo. Isso, porém, não acontece por acaso. A situação resulta de ativa estratégia turística desenvolvida pelo país no exterior, na qual os Escritórios Brasileiros de Turismo do Brasil (EBT) desempenham papel essencial.

Os EBTs, que atuam em parceria com a Federação dos Conventions Visitors Bureau, tem a missão de consolidar o nosso país como destino turístico entre os melhores que existem. O primeiro EBT foi instalado em Lisboa, em janeiro de 2004, e o mais recente surgiu em setembro de 2005, em Madri. Entre  um e outro, o Brasil obteve muita promoção, com a realização de seminários sob o título “Descubra o Brasil”, treinamento para agentes de viagens, apoio para viagens de profissionais de turismo e da imprensa para conhecerem destinos nacionais, bem como estreitamento de relações com o mercado, incluindo operadoras, companhias aéreas e veículos da imprensa.

No tocante à divulgação do Brasil na mídia, o resultado foi excelente. Segundo Eduardo Sanovicz, presidente da Embratur, até setembro de 2005, mais de 100 matérias sobre o Brasil foram publicadas em jornais e revistas de grande circulação, como o Correio da Manhã, de Portugal, Sunday Times, do Reino Unido, Panorama, da Itália, e o New York Times, dos EUA. A divulgação do Brasil na imprensa estrangeira reforçou as ações dos EBTs, e contribuiu para que mais de 60 novas operadoras internacionais passassem a vender nosso país como destino turístico.

Ao mesmo tempo, o Brasil conquistou mais projeção na França, com o evento “Ano do Brasil na França”, marcado pela realização de várias atividades promovidas pelo Ministério do Turismo,  Embratur e estados, destacando-se um concurso cultural sobre o nosso país, do qual participaram estudantes de 143 instituições de ensino francesas, com os vencedores premiados com viagens ao Brasil. Já o navio-veleiro Cisne Branco, da Marinha, durante quatro meses promoveu o Brasil aos visitantes que recebia a bordo em portos de cidades francesas do Mediterrâneo, enquanto nas ruas de Paris franceses e turistas do mundo todo conheciam os principais atrativos do Brasil. É realista, portanto, a previsão da Embratur de que o Brasil deverá registrar o recorde de cinco milhões de turistas em 2005.

* Presidente da Câmara de Turismo do RS

Deixe uma resposta